Hamilton diz que conversou e já fez as pazes com Rosberg

Piloto inglês tenta esfriar ânimos dentro da Mercedes e afirma que conversou com o companheiro de equipe nesta sexta-feira

iG Minas Gerais | Folha Press |

Hamilton quer manter um clima tranquilo dentro da Mercedes e, principalmente, com seu companheiro de equipe, o alemão Rosberg
Lewis Hamilton oficial/ reprodução
Hamilton quer manter um clima tranquilo dentro da Mercedes e, principalmente, com seu companheiro de equipe, o alemão Rosberg

Quase uma semana depois de insinuar que Nico Rosberg havia cometido um erro proposital durante o treino de classificação para o GP de Mônaco de F-1 e dizer que não era mais amigo do piloto alemão, Lewis Hamilton revelou nesta sexta-feira que conversou com com seu companheiro de Mercedes e que a relação entre eles está de volta ao normal.

"Somos amigos há muito tempo e, como todos os amigos, temos nossos altos e baixos", disse Hamilton em seu Twitter. "Hoje nós conversamos e estamos bem. Sem problemas", completou Hamilton, que viu sua série de quatro vitórias seguidas ser interrompida no último domingo com o triunfo de Rosberg em Mônaco.

A vitória no principado também fez com que o piloto alemão reassumisse a liderança do Mundial deste ano, com quatro pontos a mais que Hamilton.

No início da semana, depois de Rosberg e Hamilton terem se ignorado no pódio em Montecarlo e terem se alfinetado durante a entrevista coletiva pós-corrida, Niki Lauda, diretor da Mercedes, afirmou que conversaria com a dupla de pilotos para que eles se entendessem novamente.

Companheiros de kart desde a infância e amigos desde então, Rosberg e Hamilton deixaram de se falar depois do GP da Espanha, há três semanas, quando o inglês contrariou ordens do time e usou uma regulagem que deixava seu motor mais potente na Espanha.

Depois, em Mônaco, quem ficou insatisfeito foi Hamilton, que insinuou que o companheiro havia errado de propósito durante o treino de classificação para impedir que ele lhe roubasse a pole.

Rosberg foi investigado e liberado pelos comissários de prova. Largou na pole e venceu a prova, roubando de Hamilton a liderança do Mundial. A próxima etapa da F-1 acontece no dia 8 de junho, em Montréal.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave