Professores municipais e estaduais de Contagem fecham BR-381

Após assembleia realizada na praça da Cemig, servidores fecharam a rodovia e causaram transtornos no trânsito

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Após decidirem em uma assembleia realizada na tarde desta sexta-feira (30) que vão analisar a proposta feita pela Prefeitura de Contagem durante uma nova assembleia, na próxima quarta-feira (4), os professores da rede municipal e estadual do município fecharam a BR-381, na altura do bairro Amazonas, durante cerca de um hora. O protesto gerou reflexos no trânsito na região da Cidade Industrial e também na avenida Amazonas. 

Conforme as informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), os manifestantes interditaram a rodovia por volta das 15h20 e só voltaram a liberar o tráfego às 16h20. Agora, o trânsito começa a fluir, mas ainda há registros de retenções na região. 

Segundo o diretor regional do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-Ute/Contagem), Gustavo Olímpio, informou que durante a assembleia os servidores decidiram que avaliarão a proposta na próxima reunião. "A proposta feita por eles é de 5,81% de reajuste agora, que é da inflação; um mínimo de 1% em janeiro e abono também neste mês; além de plano de saúde e despesas odontológicas. Já para a educação infantil o reajuste é de 30%", explicou. 

Ainda conforme Olímpio, durante esta semana os servidores discutirão a antecipação dessa proposta de janeiro para ainda em 2014. Os professores de Contagem estão em greve há mais de um mês e, na última segunda-feira (26) já chegaram a fazer uma manifestação próximo à praça da Cemig.