Motoristas fecham um terminal de ônibus em Fortaleza

Na quinta-feira (29), os rodoviários interromperam a circulação de veículos do transporte coletivo na cidade por causa do crime; sete terminais de ônibus ficaram fechados

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Motoristas e cobradores que trabalham no terminal do Siqueira, em Fortaleza, permanecem parados nesta sexta-feira (30) em protesto contra a morte do motorista Francisco Erivaldo Marinho, assassinado durante tentativa de assalto na quarta-feira (28).

Outro terminal, o do Conjunto Ceará, ficou fechado até por volta das 11h30 e foi reaberto após o enterro de Marinho.

Os demais funcionam normalmente desde o inicio da manhã.

Na quinta-feira (29), os rodoviários interromperam a circulação de veículos do transporte coletivo na cidade por causa do crime. Os sete terminais de ônibus ficaram fechados. Segundo a Etufor (Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza), um milhão de pessoas usam os ônibus na capital cearense diariamente.

O motorista assassinado trabalhava no terminal Siqueira. Um cobrador também ficou ferido na tentativa de assalto. De acordo com o sindicato dos trabalhadores, os motoristas e cobradores decidiram por conta própria continuar o protesto no terminal nesta sexta.

Em reunião, a direção da empresa de transporte e representantes da Secretaria de Segurança começaram a discutir um plano de ação para diminuir os casos de violência contra os rodoviários.

Neste sábado (31), os trabalhadores do transporte coletivo farão assembleia para discutir campanha salarial. Eles pedem reajuste de 18%, cesta básica de R$ 120, vale-alimentação de R$ 12 e mais segurança. As empresas oferecem reajuste salarial de 5,81%.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave