Homem tenta se matar após atirar contra a namorada em Pompéu

Segundo a mulher, ela teria se fingido de morta, depois de baleada, e ouviu quando ele se atingiu; homem queria que eles morassem juntos

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Um homem de 40 anos atirou contra a namorada e, pensando que ela estava morta, tentou tirar a própria vida, depois de uma briga, na madrugada desta sexta-feira (30), em Pompéu, na região Central do Estado.

De acordo com o cabo Júlio César Silva do 7º Batalhão da Polícia Militar, uma testemunha ouviu os gritos de Rosalba Maciel, 48, e acionou a PM. Chegado à rua Vinte e Um de Abril, no bairro dos Cristos, os militares constataram que a mulher foi atingida no maxilar.

Consciente, Rosalba contou aos militares que ela e Juliano Cordeiro Maciel, 40, tiveram uma discussão, e ele acabou atirando nela. Ela fingiu estar morta e ouviu ele disparar contra ele. Maciel se atingiu na cabeça e foi encontrado sob a cama ensanguentada ainda com o revólver calibre 32 na mão.

Segundo Rosalba, o companheiro queria que ela fosse morar com ele, mas ele se recusou. A mulher mora atualmente em Brasília e tinha ido a Pompéu para se encontrarem.

O casal foi encaminhado para o Hospital de Pronto Atendimento de Pompéu. Ela continua consciente e não corre risco de morte. Já Maciel está em estado grave.

Os namorados são naturais de Pompéu já se relacionaram anteriormente, segundo o cabo. Maciel morava sozinho, desde que o filho saiu de casa.  

Leia tudo sobre: tironamoradabriga