A voz da Massa

iG Minas Gerais |

Saudações alvinegras! Maiúscula e incontestável a vitória do Galão da Massa sobre o CBFlu. Time que, aliás, já virou nosso freguês de carteirinha. Desde o início da partida, o Galo teve um esquema de jogo bem definido, que era o de marcar forte no meio de campo e na defesa e sair em velocidade quando tivesse a bola. E funcionou muito bem, já que os jogadores cumpriram à risca as orientações de Levir. Além do bom trabalho coletivo da equipe, o Galo teve algumas atuações individuais que fizeram toda a diferença no resultado: Diego Tardelli, que voltou a marcar depois de um longo tempo e mostrou que está voltando à velha forma que todos conhecemos; Dátolo, que foi o grande articulador da equipe; e o goleiro Giovanni, autor de pelo menos três defesas espetaculares. Parabéns pela vitória, pessoal! E os outros que se cuidem, pois estamos chegando! Galôôô!

Avacoelhada

Flávio Lopes e Moacir Júnior devem replanejar a equipe para a continuação da Série B, de acordo com as possibilidades de aproveitamento no time titular. Doriva, por exemplo, tem perfil para ser escalado na maioria dos jogos. Não tem característica de compor grupo. No custo-benefício, não é compensador para o jogador poucas vezes ser utilizado. Provavelmente perderá espaço com a recuperação de Magrão. Sem contar outros volantes que poderão ser trabalhados: China, Diego, Júnior Lemos, Luis Felipe e João Vitor. Ou seja, Doriva está nos planos para ser mais bem aproveitado ou será melhor negociá-lo e contratar um atleta de outra posição com maiores chances de ser escalado? O mesmo questionamento em relação a César Lucena e Elvis. Talvez trocar o salário dos três para investir em um ou dois reforços, com mais condições de titularidade.

A voz Celeste

O Campeonato Brasileiro é decidido em pontos perdidos contra os times pequenos. A derrota para o Corinthians foi ruim pela circunstância, mas perder para um time grande fora de casa é normal. O único gol que saiu foi em uma falha do melhor goleiro do Brasil, que, no mesmo jogo, havia salvado o Cruzeiro em várias situações. São Fábio tem crédito. Agora é obrigação vencer o Flamengo para passar a Copa do Mundo na liderança do Brasileiro. Time o maior de Minas tem para vencer qualquer equipe, porém, os jogadores precisam mostrar mais futebol do que estão mostrando no ano de 2014. Entretanto, a nação celeste sabe que, a qualquer momento, o time pode voltar a exibir o maravilhoso futebol do ano passado. Vamos rumo ao tetracampeonato brasileiro. Juntos somos mais fortes. Um grande abraço para o ilustre cruzeirense Rogério, da lanchonete Dom Quixote.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave