Uma tampa que sabe a Serro

iG Minas Gerais |

“A identidade do festival tem muito a ver com o nosso conceito, de deixar de lado o industrial e buscar o artesanal”. - Mário Santiago
Mariela Guimarães
“A identidade do festival tem muito a ver com o nosso conceito, de deixar de lado o industrial e buscar o artesanal”. - Mário Santiago

Participante na categoria quitandas e sanduicherias, A Pão de Queijaria, em Lourdes, vai oferecer o Confit Caipira na Tampa do Serro. A tampa do nome é o pão de queijo feito com matéria-prima vinda do Serro, coberto com farofa de pão de queijo com taioba crispy e frango caipira cozido no azeite por oito horas, finalizado com mais queijo do Serro. A receita é assinada pelo chef Pedro Lenzi. Segundo um dos sócios do negócio, Mário Santiago, o desafio de encarar a região do Espinhaço já era uma vontade antiga. “De queijos mineiros, tínhamos parmesão d”Alagoa, Canastra e Salitre e queríamos muito conseguir um produtor do Serro. O Aproxima fez essa relação ser possível”, diz. O produtor “adotado” pela loja foi Eduardo José de Melo, da Fazenda Vitória, em Curvelo. “Essa relação mais próxima faz os dois negócios serem viáveis. O dele, porque terá uma demanda garantida de produto, e o meu, por poder contar com um produtor que não vai me deixar na mão”, afirma Santiago. (LC)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave