Vocalista do Sublime acusa Linkin Park de denunciar uso de maconha

Rome afirmou que seguranças entraram no camarim durante o show e levaram toda erva da banda; segundo site, integrante do LP seria alérgico à droga

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

MARC THOMAS KALLWEIT/DIVULGAÇÃO
undefined

O vocalista Rome, da banda Sublime with Rome acusou, pelo Twitter, integrantes do Linkin Park de denunciá-los para policiais porque o grupo estaria fumando maconha. Tudo aconteceu em Arizona, no início dessa semana, quando os dois grupos realizaram um show em um evento na região.

"O Linkin Park chamou a polícia dizendo que são alérgicos a maconha, os policiais vieram e levaram toda a nossa erva enquanto estávamos no palco", escreveu Rome.

Também pelo Twitter, o guitarrista do Linkin Park Mike Shinoda negou o envolvimento da banda no incidente.  "LP não 'chamou a polícia' por causa da maconha do @RomeMusica. Não sei de onde surgiu essa história. Definitivamente não é o meu estilo, chato que tenha acontecido", escreveu.

Segundo o site 'TMZ', um segurança do Linkin Park procurou agentes para alertar sobre o uso da droga por parte dos integrantes do Sublime. Ainda de acordo com a publicação, um dos integrantes do grupo de Shinoda seria alérgico à droga.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave