Suspeito de assaltos próximo à Fumec é detido pela Polícia Civil

Duas vítimas reconheceram o suspeito, sendo que uma delas teria sido assaltada duas vezes pelo mesmo homem

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Um homem de 26 anos que teria praticado vários assaltos nas proximidades da faculdade Fumec, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, foi preso pela Polícia Civil e apresentado nesta quinta-feira (29). Duas vítimas reconheceram o suspeito, sendo que uma delas teria sido assaltada duas vezes por ele. 

Segundo as informações do delegado Samuel Neri, da 3ª Delegacia Sul, Luiz Sérgio dos Santos Ferreira foi preso na casa dele, no bairro Santa Mônica, na região Norte da capital. A polícia chegou até o suspeito, que usava uma motocicleta preta e um capacete branco florido, após uma das vítimas, aluna da faculdade, anotar parte da placa da moto. 

Após identificarem o veículo, os policiais chegaram até o proprietário, que seria um amigo do suspeito. "Ele garantiu que não foi ele quem praticou os assaltos e informou que emprestava a moto para um amigo, que estava desempregado e constantemente pedia para dar umas voltas", explicou o policial. 

Com isso, a investigação chegou até Ferreira, que já tinha duas passagens pela polícia. "Ele já foi preso por venda de DVD pirata, crime contra a propriedade imaterial, e também por dirigir moto sem carteira, que agora ele já tinha", disse o delegado.

No momento da prisão, o suspeito não resistiu, mas negou que fosse autor dos assaltos. Porém, ele não soube justificar como foi reconhecido pelas duas vítimas. O capacete usado pelo suspeito foi apreendido, além de um outro preto, que levanta a suspeita de que outros crimes também podem ter sido cometido por ele. Existem registros de crimes na região com o autor usando um equipamento semelhante. 

Além disso, as vítimas reconheceram o autor por meio de uma camisa quadriculada usada no dia do crime, já que na foto do seu perfil no aplicativo WhatsApp ele usava a mesma roupa. O envolvimento do amigo do preso ainda não foi descartado pela polícia, que ainda continua com as investigações.

Roubado duas vezes

Além da jovem que chegou a anotar a placa, um aluno da faculdade chegou a ser assaltado duas vezes pelo mesmo suspeito. "Inclusive, ao ser abordado da segunda vez, ele chegou a falar com o assaltante que já tinha sido roubado e não tinha mais nada para entregar", contou Neri. 

Nos assaltos, Ferreira usava uma arma para ameaçar as vítimas de morte, e roubava todos os pertences, como celulares e carteiras. O amigo do suspeito chegou a falar que desconfiava que ele estivesse fazendo algo errado, já que, mesmo desempregado ele continuava saindo. 

A PC acredita que ele escolhia a região por ser de classe alta e, também, por ter trabalhado como entregador nas proximidades. "Ele já conhecia bem a região Centro-Sul, sabia as rotas de fuga", disse o delegado. A polícia não descarta a participação do suspeito no assalto que terminou com um estudante de engenharia baleado. Ferreira será encaminhado ao Centro de Remanejamento de Presos (Ceresp) da Gameleira.

 

Leia tudo sobre: LADRÃOFUMECASSALTOSCENTRO-SULASSALTANTEALUNOS FUMEC