Cães sem vacina causam 'milhares de mortes' por raiva

Organização afirma que custos da prevenção da raiva ainda são relativamente altos, sobretudo em países pobres; após o contato com animal doente, a limpeza da ferida e imunização podem salvar a pessoa

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

João Lêus
undefined

Milhares de crianças morrem todos os anos em vários países do mundo por falta de recursos para a vacinação de cachorros. A informação é da Organização Internacional da Saúde Animal (OIE). Em entrevista à BBC, Bernard Vallat, diretor da instituição, disse que o vírus causador da raiva (ou hidrofobia) poderia ser eliminado por um décimo dos custos de tratamento de um paciente.

A raiva, uma das doenças mais antigas do mundo, é transmitida pelo contato com a saliva de cães ou morcegos infectados. De acordo com estimativas recentes, ela mata cerca de 55 mil pessoas todos os anos. Dessas pessoas, cerca de 40% têm menos de 15 anos de idade. O vírus da raiva afeta o sistema nervoso central e causa inchaço no cérebro. A doença é incurável se não tratada a tempo.

Para a prevenção, existe uma vacina, porém, os custos da vacinação preventiva são relativamente altos. Por esse motivo, a doença ainda existe em regiões pobres da Ásia. Em palestra em Paris, Vallat afirmou que investimentos internacionais para a erradicação da doença são escassos. Segundo ele, 70 mil crianças morrem, anualmente, com dores terríveis vindas da raiva, mas a mídia não fala do assunto.

Dados A hidrofobia está presente em mais de 150 países; Os cães respondem por 99% das mortes em humanos; Após o contato com animal doente, a limpeza da ferida e imunização podem salvar a pessoa; Todos os anos, mais de 15 milhões de pessoas no mundo são tratadas após suposta exposição ao vírus.

Fonte: BBC  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave