Jornal inglês sugere “cápsula” contra roubo em praia

Bugiganga inventada por africano já arrecadou US$ 6.000 para começar a ser produzida

iG Minas Gerais | da redação |

A cápsula: turista pode guardar nela seus pertences e enterrá-la na areia para tomar banho de mar
DIVULGAÇÃO/THE BEACH VAULT PROJECT
A cápsula: turista pode guardar nela seus pertences e enterrá-la na areia para tomar banho de mar

Em mais uma reportagem de jornais do exterior que reforçam o receio dos estrangeiros com criminalidade brasileira durante a Copa do Mundo, o jornal inglês “The Telegraph” apresenta um “produto” que promete ajudar os turistas no Brasil.

É uma espécie de cápsula, em formato de parafuso, desenvolvida para “guardar” objetos pessoais e – acreditem – ser enterrada nas areias das praias brasileiras. Assim, o turista vai tomar seu banho de ar tranquilo. Com o título “The beach vault” (O caixa-forte da praia), diz a reportagem: “Com furtos sendo uma preocupação nas praias do Rio de Janeiro e além, um novo acessório de viagem pode ajudar os fãs de futebol a caminho do Brasil”.

A bugiganga foi criada pelo africano Marcal DaCunha, que ainda está tentando levantar recursos em sites de financiamento coletivo para conseguir produzi-la em massa.

No site Kickstarter, de acordo com a reportagem, ele só havia angariado US$ 6.057 até aquele momento (sua meta é chegar a US$ 15 mil).

No entanto, o editor de turismo do “Telegraph”, Soo Kim, duvida da eficiência da engenhoca: “parece uma boa ideia, mas, enquanto estiver enterrando a cápsula na areia, o turista pode chamar a atenção de ladrões à espreita”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave