Pavilhão reúne mensaleiros

iG Minas Gerais | Isabella Lacerda |

Condenado a 37 7anos e cinco meses de prisão, Marcos Valério ficará em uma cela individual, no mesmo pavilhão dos também condenados no mensalão e já transferidos para a Penitenciária Nelson Hungria, José Roberto Salgado e Vinícius Samarane. Entre os presos “ilustres” da unidade está o goleiro Bruno, que de acordo com a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), está alojado em um pavilhão diferente.  

Nessa quarta, ao chegar ao presídio, por volta das 13h10, Valério foi revistado, recebeu informações sobre as regras do local e vestiu o uniforme vermelho.

Nos próximos dias, ele passará pela Comissão Técnica de Classificação, quando serão feitas avaliações de seu perfil por psicólogos e assistentes sociais. O objetivo é avaliar, por exemplo, se ele está apto para estudar e trabalhar. Ontem mesmo Valério seguiu para a cela individual . Ele não passará por nenhuma cela especial nem por espaço de triagem, como ocorreu com outros condenados e transferidos para Minas.

Valério ficará dez dias impedido de receber visitas de familiares, já que eles ainda não foram cadastrados. 

José Dirceu

Impedimento. A defesa de José Dirceu entrou com habeas corpus no Supremo ontem para que ele possa trabalhar fora da prisão. A ação pede que o ministro Joaquim Barbosa não analise o pedido.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave