Internacional derrota a Chapecoense e se aproxima dos líderes

O atacante Wellington Paulista estave em uma noite inspirada e marcou os dois gols na vitória do Colorado

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O Internacional venceu a Chapecoense por 2 a 0, nesta quarta-feira, no estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS), pela oitava rodada, e voltou a se misturar com os clubes que brigam pela ponta do Campeonato Brasileiro, com 15 pontos. A Chapecoense segue com cinco, na zona de rebaixamento. Os dois gols foram marcados por Wellington Paulista, um no primeiro e um no segundo tempo.

O confronto foi equilibrado, com poucas jogadas de área e algumas conclusões de longe. O Internacional, com sete jogadores reservas, encontrou pela frente um time formado com três volantes, bem fechado, e foi mais eficiente nas poucas vezes que entrou na área adversária. Aos 24 minutos, Fabrício cruzou, e Wellington Paulista, de cabeça, abriu o placar.

No segundo tempo, o jogo se tornou mais movimentado. Valdívia, de longe, e Sasha, da entrada da área, concluíram para fora duas boas jogadas do Internacional. Pela Chapecoense, Neuton e Dedé, em diferentes momentos, também tentaram chutes do meio da rua, mas erraram a pontaria.

Quando o time catarinense parecia crescer e se aproximar do empate, o técnico colorado, Abel Braga, substituiu Valdívia por Jorge Henrique e Sasha por Leandro. Os dois participaram da construção do segundo gol, aos 32 minutos. Jorge Henrique lançou Leandro, que foi à linha de fundo e cruzou para Wellington Paulista marcar, novamente de cabeça, definindo o placar.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 2 x 0 CHAPECOENSE GOLS - Wellington Paulista, aos 24 minutos do primeiro tempo; Wellington Paulista, aos 32 minutos do segundo tempo. CARTÕES AMARELOS - Dida e D'Alessandro (Internacional); Neuton, Diones e Wanderson (Chapecoense). ÁRBITRO - Felipe Gomes da Silva (PR). RENDA - R$ 57.560,00. PÚBLICO - 2.824 pagantes (3.483 no total). LOCAL - Estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS).

INTERNACIONAL - Dida; Diogo, Ernando, Juan e Fabrício; Willians, Wellington, Valdívia (Jorge Henrique), Sasha (Leandro) e D'Alessandro; Wellington Paulista. Técnico: Abel Braga.

CHAPECOENSE - Danilo; Fabiano, André Paulino, Rafael Lima e Neuton; Wanderson, Diones, Dedé (Bergson) e Nenén (Fabinho Alves); Tiago Luis e Roni. Técnico: Celso Rodrigues (interino).

 

Leia tudo sobre: internacionalvitoriachapecoensebrasileirofutebol