Brasil precisa de cinco sets, mas vence China em Montreux

Com 19 pontos, a ponteira Natália foi o grande nome do jogo. Dani Lins também desequilibrou o duelo

iG Minas Gerais | Agência Estado |

Brasileiras comemoram difícil vitória contra as italianas no Torneio de Montreaux, na Suíça
Reprodução Facebook
Brasileiras comemoram difícil vitória contra as italianas no Torneio de Montreaux, na Suíça

A seleção brasileira feminina de vôlei precisou de cinco sets, mas venceu a China, nesta quarta-feira, pela segunda rodada do tradicional Torneio de Montreux, na Suíça. Dani Lins distribuiu bem o jogo, seis jogadoras marcaram pelo menos 10 pontos, e o Brasil ganhou por 3 sets a 2, com parciais de 25/19, 14/25, 23/25 e 15/13. A ponteira Natália foi o destaque da equipe, marcando 19 pontos. Foi ela também a responsável por salvar o Brasil no momento mais difícil do jogo, quando a China vencia o quinto e decisivo set. Natália fez dois pontos de ataque, acertou um bloqueio perfeito e ainda levantou a bola em que Tandara fez o 14.º ponto brasileiro. Além de Dani Lins e Natália, o Brasil teve como titulares as centrais Adenízia (11 pontos) e Carol (17), a ponteira Gabi (12) a oposto Andréia Laurence (11) e a líbero Camila Brait entre as titulares. Jaqueline, capitã do time, chegou a entrar na inversão, mas não pontuou. Por sua vez, Tandara entrou bem no terceiro set e ficou no time, anotando 13 pontos, entre eles o que decidiu a partida. Já a China, que chegou a ter três pontos de vantagem no set decisivo, confiou o jogo nas suas gigantes. Zhu Ting fez 24 pontos, enquanto Hui Ruoqi anotou outros 21. O bloqueio do Brasil, porém, não funcionou mal. Só Gabi botou oito bolas no chão neste fundamento. O Brasil, que já havia vencido a Suíça, na terça, por 3 a 0, volta à quadra nesta quinta-feira para fazer o clássico contra a Rússia, fechando a primeira fase. As russas levaram 3 a 2 da China na estreia. As semifinais estão marcadas para sábado, enquanto a decisão será no domingo.