Lesões forçam Inter a ter time misto contra Chapecoense

Pela terceira vez seguida, o Colorado será um time mutilado pelos desfalques, que já chega ao número de sete atletas

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Wellington Paulista se destacou em campo e ajudou o Colorado a obter a vaga na decisão
INTERNACIONAL/DIVULGAÇÃO
Wellington Paulista se destacou em campo e ajudou o Colorado a obter a vaga na decisão

Pela terceira vez seguida, o Internacional será um time mutilado pelos desfalques, com formação improvisada, diante da Chapecoense, nesta quarta-feira, às 21 horas, no estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS), pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Entre os ausentes estão dois cedidos a seleções - o lateral-direito Gilberto à brasileira sub-21 e o meia Aránguiz à principal chilena - e cinco contundidos: o zagueiro Paulão, os meias Alex, Alan Patrick e Otávio e o atacante Rafael Moura.

Diante de tantas ausências, é certo que Ernando vai compor a zaga ao lado de Juan, que Wellington e Valdívia entram no meio de campo e que Wellington Paulista será o atacante. O técnico Abel Braga mantém o mistério em duas posições. Uma delas, a lateral direita, é disputada por Diogo e Cláudio Winck. A outra, no meio, por Jorge Henrique e Eduardo Sasha.

O Internacional começa a rodada como oitavo colocado da tabela de classificação, com 12 pontos. Como joga como mandante, em Caxias do Sul, contra um adversário que está em 18º lugar, com apenas cinco pontos, é considerado favorito. Se vencer e for favorecido por resultados paralelos favoráveis, pode subir até o terceiro lugar. Se perder, corre o risco de cair duas posições.

Leia tudo sobre: interchapecoenselesõestime msitowellington paulista