Vasco joga mal e só fica no empate com o Bragantino

Cruzmaltinos abriram o placar, sofreram um gol e mantiveram um baixo nível técnico durante todo o duelo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Vasco está
Marcelo Sadio/vasco.com.br
Vasco está "estacionado" na décima posição, e Bragantino ocupa 13º na Série B

O Vasco jogou mal novamente e empatou a terceira partida consecutiva na Série B do Campeonato Brasileiro, desta vez com o Bragantino por 1 a 1, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, nesta terça-feira, pela oitava rodada. Ambos os times demonstraram pouca qualidade técnica e criaram poucas oportunidades de gol, mas a equipe da casa foi levemente superior.

O resultado e o futebol apresentado nesta partida acende o alerta para o time carioca, que se continuar jogando da maneira que fez nos últimos compromissos, terá dificuldades para retornar à Série A. Com 10 pontos e um jogo a menos, ocupa a modesta 10ª colocação. Os paulistas, com 9 pontos, estão em 13º lugar.

As duas equipes começaram o jogo de maneira tímida. O Vasco tinha mais posse de bola, mas não conseguia criar perigo no ataque, enquanto que o Bragantino, bem fechado, se limitava à marcar. Com isso, a partida ficava feia e jogada mais na base da briga que com técnica.

A partir da metade da primeira etapa, o time da casa começou a arriscar mais e por pouco não abriu o placar em duas chances. Na primeira, Robertinho recebeu livre na área e bateu na trave; na outra, Danilo Bueno chutou forte de longe e o goleiro Diogo Silva precisou defender em dois tempos.

O nível técnico não melhorou com o início da segunda etapa. Os dois times abusavam dos chutões e dos passes errados, entre as equipes, mas o Bragantino continuou criando as melhores oportunidades.

Para mudar o quadro, o técnico Adilson Batista trocou dois atacantes. Biteco e Yago foram substituídos por Montoya e Rafael Silva, respectivamente, e a mudança fez efeito. O Vasco passou a reter mais a bola e equilibrou a partida. Aos 26 minutos, o zagueiro Rodrigo cobrou uma falta de perto do meio de campo, a bola pegou efeito e o goleiro rebateu para Montoya, de primeira, fazer o gol.

Mas o Bragantino reagiu. Aos 36 minutos, Cesinha fez boa jogada pela ponta e cruzou para Robertinho cabecear e empatar o jogo. Aos 48, no último lance, Nunes perdeu um gol feito ao finalizar por cima do gol quando estava livre na área, desperdiçando a oportunidade de dar a vitória ao time da casa.

Leia tudo sobre: vascobragantinobrasileirãosérie bempateadilson batistarobertinhodiogo silva