Dois são baleados após moradores de vila serem jurados de morte

Entre eles está um adolescente que ficou gravemente ferido; moradores da Pedreira Prado Lopes teriam ameaçado matar quem encontrassem no lote, até mesmo as crianças

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

Um homem e um adolescente foram baleados na noite dessa terça-feira (27) no bairro Nova Esperança, na região Noroeste da capital. Ninguém foi preso e as vítimas foram socorridas e levadas para o hospital Odilon Behrens.

Segundo a Polícia Militar (PM), Leonardo Aparecido Eugênio, 37, e um adolescente de 17 anos, foram encontrados feridos com marcas de tiros em um lote na rua Serra Negra. No local, há várias casas formando uma espécie de vila.

O motivo do atentado é que os moradores do lote foram jurados de morte, mesmo não tendo nada a ver com a criminalidade. Ainda de acordo com a PM, moradores da Pedreira Prado Lopes teriam tido um desentendimento com um jovem identificado como Jonata, morador do lote e, por isso, ameaçaram matar não apenas o desafeto, mas todos os moradores do lote, inclusive, as crianças. 

Leonardo e o adolescente foram as primeiras vítimas, tendo sido o homem baleado nas costas e o menor baleado em diversas partes do corpo. Ele está internado em estado grave.  Os suspeitos do crime ainda não foram identificados. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave