Em Minas: crescimento de 6%

iG Minas Gerais |

Em Minas, a taxa de homicídios atingiu 22,8 pessoas a cada 100 mil em 2012. Em 2011, o número era de 21,5. No estudo sobre suicídios, o Estado aparece em 8º lugar, registrando 6,4 casos a cada 100 mil pessoas. O aumento foi de 6%.

As vítimas de acidentes de transportes acompanham a média brasileira, ficando na faixa dos 23,6 a cada 100 mil. São Paulo também registrou aumento expressivo na taxa de homicídios entre 2011 e 2012: 11,3%, mas segue ainda com a segunda menor taxa do país. Considerando um período maior, de dez anos entre 2002 e 2012, os dados de São Paulo são positivos, pois houve queda de 60% em sua taxa. Nesse período, o índice do Rio caiu 50%.

Na média brasileira, a alta nesses dez anos foi de 2,1%. Para o sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz, a análise desses dados comprova que esses dois Estados tiveram êxito em suas ações de Segurança Pública, mas ainda é preciso fazer ajustes. “As ações pontuais na área de segurança pública estão mostrando seus limites. Sem reformas estruturais no sistema penitenciário e no modelo obsoleto de Polícia Civil e Militar, não conseguiremos resolver o problema”, afirma.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave