Procuradoria é contra multar petista

iG Minas Gerais |

Brasília. O Ministério Público Eleitoral é contra multar a presidente Dilma Rousseff pelo pronunciamento que ela fez no Dia Internacional do Trabalho, 1º de maio. Em ação protocolada no início do mês ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o PSDB argumenta que Dilma fez propaganda eleitoral antecipada ao convocar a cadeia nacional de rádio e televisão para fazer “proselitismo” do seu governo e propagandear a candidatura dela à reeleição.

Em parecer de 16 páginas encaminhado ontem ao TSE, o MP Eleitoral afirma que não ficou caracterizado que houve propaganda eleitoral antecipada. O vice-procurador geral Eleitoral, Eugênio Aragão, diz que a fala da presidente no Dia do Trabalho seguiu o mesmo padrão dos pronunciamentos anteriores.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave