Futuro do casal e das filhas

iG Minas Gerais |

Sou casada há 11 anos tenho duas filhas, uma de 6 anos e outra de 1. Penso muito no futuro delas e no nosso também, como casal. Desde então, nesses 11 anos de casados, não conseguimos nada a não ser os dois carros que temos e nossos móveis. Fico desesperada em pensar que, como as coisas andam, aqui em casa não irei nunca conseguir dar às minhas filhas a casa própria delas. Meu esposo e eu trabalhamos como representantes comerciais, dependemos de comissão e, todo mês, temos o nosso salário variado. As nossas despesas com aluguel, escola e lazer estão em torno de uns R$ 7.000. Acho muito para quatro pessoas. Mas, hoje, as coisas são muito caras mesmo, não é fácil se manter. Temos um carro que podemos considerar luxo e outro mais simples para eu trabalhar e levar minhas filhas para a escola. Não sei por onde começar. Quando achamos que estamos bem, vem o aperto, e, pelo que vejo, vamos ter que vender o carro para quitar umas contas e ficar mais tranquilos. Contas essas que fazem parte do orçamento diário. O que eu faço? Me ajude! Quero que elas se orgulhem de mim e ver que somos capazes de conseguir algo para viver em paz financeiramente. (Márcia/ Divinópolis) Márcia, muitas questões podem ser levantadas pelo seu relato. Vocês têm uma renda muito boa, levando-se em consideração a realidade econômica do Brasil. Mas, mesmo com essa renda, não sobra nada para garantir a realização dos sonhos. Como mudar essa situação? Melhorando seus hábitos financeiros, ou seja, mudando a forma de se relacionar com o dinheiro. Com o aumento da educação financeira, os resultados serão diferentes. O primeiro passo é ter um controle maior das finanças. Organizar um orçamento. Por meio dele, será possível acompanhar os gastos que vocês têm hoje e fazer uma reflexão. Tendo em vista que os recursos financeiros são limitados, pode-se gastar tanto com determinada coisa? Nossos gastos são as escolhas que fazemos para o nosso dinheiro. Todos eles podem ser perfeitamente justificados. Mas a grande questão é: posso ter tal gasto diante da minha situação financeira e mesmo dos objetivos futuros que tenho? No seu caso, essa preocupação é ainda maior, pois sua renda e de seu esposo dependem de comissão, que pode variar. É importante, então, criar uma reserva financeira para ser usada nos meses em que a comissão diminuir. E acompanhar os gastos mensais, Quanto mais controlados, melhor! Outra questão que você levanta é sobre o desejo de garantir um futuro financeiro melhor para suas filhas. Você tem vontade de garantir a cada uma delas o sonho da casa própria. Essa é uma preocupação da maior parte dos pais. Melhorar o futuro financeiro dos filhos. Acredito que existem duas importantes coisas a serem feitas pelos pais que querem garantir um futuro melhor para os filhos. A primeira é cuidar de sua educação financeira. Filhos bem-educados financeiramente vão se tornar adultos com boa educação financeira. A segunda é garantir o próprio futuro financeiro. Pais que garantem a sua tranquilidade financeira não se tornam um peso financeiro para os filhos. E o que fazer caso a condição financeira dos filhos não permita assumir despesas dos pais? Neste mês, continuo com a promoção do livro “Meu Dinheiro”, buscando que mais pessoas possam adquiri-lo. Os leitores interessados podem me enviar um e-mail, que retorno com as indicações de como proceder. No livro, são discutidos temas importantes sobre finanças pessoais de uma forma que ajude os leitores a melhorar o seu relacionamento com o dinheiro. Mandem dúvidas e sugestões para o e-mail carloseduardo@harpiafinanceiro.com.br

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave