CBF atende Nike e irá tirar camisas amarelas dos clubes de circulação

Segundo a ESPN, entidade estaria atendendo a pedido da Nike, e medida terá impacto sobre diversos clubes do Brasileirão

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Uniforme do Cruzeiro foi apresentado há cerca de uma, e pode ser
Gualter Naves/Light Press
Uniforme do Cruzeiro foi apresentado há cerca de uma, e pode ser "vetado" pela CBF

No ano em que o Brasil volta a receber a seleção, diversos clubes entraram em contato com as fornecedoras para lançar uniformes especiais, com as cores verde e amarelo, para homenagear  a seleção. O que pouca gente imaginava é que a ação fosse classificada como "uso indevido da imagem da seleção".

Segundo reportagem da ESPN, a Nike, patrocinadora oficial da seleção, estaria fazendo uma pressão para que a CBF retirasse do mercado todos os uniformes que fizessem alusão à camisa oficial. O acordo entre a entidade que rege o futebol brasileiro e as fornecedoras começaria a valer já nesta quarta-feira, e quem não atender às exigências poderá ser multado em até R$ 500 mil.

A Umbro foi a primeira a ceder aos pedidos. Na reportagem da emissora, o advogado da empresa garante que as camisas comemorativas ao tetra, conquistado em 94, deixarão de ser fabricadas. Com isso, Atlético-PR, Remo e Chapecoense só poderão utilizar seus trajes tradicionais.

Outra camisa que corre o risco sair de circulação é a do Palmeiras, feita pela maior rival da Nike, a  Adidas. A roupa foi estreada em outubro do ano passado, e ainda assim a CBF preferiu não se 'desgastar' com o clube. Marco Polo del Nero, dirigente da CBF e do time alviverde, teria pedido, ainda na época do lançamento, que o clube suspendesse as vendas, o que ocorreu por um tempo. Depois, a Adidas voltou a colocá-las à venda.

O mesmo acontece com a Penalty, que lançou uniformes dupla face para São Paulo, Vasco, Santa Cruz, Ceará e Figueirense: embora já tenha sido apresentada a alguns meses, só agora deve ser suspensa.

Vale lembrar que a patrocinadora oficial da seleção também chjegou a lançar camisas especiais para Corinthians, Inter, Santos e Coritiba. Mais recentemente, a Olympikus criou um também para o Cruzeiro, que utilizou o material nos últimos três jogos.

Leia tudo sobre: seleçãouniformesnikeadidascamisascbfumbropenaltyolympikuscruzeiropalmeirasmarco polo del nero