Professores de Contagem fazem assembleia e passeata nesta terça-feira

A categoria está em greve desde o dia 23 de abril e pleiteia por um aumento no piso salarial da categoria; atualmente, os trabalhadores recebem apenas um salário mínimo

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

Assembleia começou as 8h
Uarlen Valério
Assembleia começou as 8h

Os professores da rede municipal de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, se reúnem na manhã desta terça-feira (27) na praça da Glória, ao lado do Big Shopping, para decidir sobre a greve da categoria, que já dura quase um mês. Após a assembleia, os trabalhadores realizam uma passeata em direção a avenida José Cândido da Silveira.

De acordo com o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-Ute Contagem), a condição para que a greve termine é uma proposta melhor de reajuste salarial por parte do prefeito Carlin Moura.

A principal reivindicação do Sind-Ute Contagem é o piso para o quadro administrativo de nível médio de R$ 1.019. Atualmente, os professores da rede recebem como salário apenas um salário mínimo.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave