Prazo para Cícero deixar o Santos termina nesta quarta

Descontente na Vila Belmiro, jogador deve apresentar proposta e seguir para o Fluminense; treinador do Peixe já deu aval para negociação

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Cícero tinha sentido dores no tornozelo esquerdo no treino de quarta-feira, mas vai jogar
Reprodução/Facebook
Cícero tinha sentido dores no tornozelo esquerdo no treino de quarta-feira, mas vai jogar

Cícero tem prazo até quarta-feira para apresentar a proposta do interessado na sua contratação. Se não aparecer comprador, ele terá de cumprir o combinado e viajar à tarde com a delegação para ficar à disposição de Oswaldo de Oliveira na partida de quinta-feira contra o Bahia em Feira de Santana. Há fortes comentários na Vila Belmiro de que o destino dele será o Fluminense, que daria uma compensação ao Santos para liberá-lo do restante do contrato que vai até 31 de dezembro.

"Vamos aguardar a apresentação da proposta que o empresário teria pelo jogador, avaliar se atende aos interesses do clube e então tomaremos uma decisão. Na reunião de domingo cedo no hotel em São Paulo, a gente entendeu a colocação do jogador e depois de ouvir a opinião do Oswaldo de Oliveira decidimos liberá-lo da partida", disse o presidente Odílio Rodrigues.

Como não pretende aumentar de R$ 350 mil para R$ 500 mil o salário de Cícero e nem ficar com o jogador descontente no elenco, o Santos já não fala mais em exigir os 3 milhões de euros (R$ 9 milhões) a que teria direito da multa contratual. É possível que a liberação seja por uma importância inferior ou em troca de algum jogador.

O clube nega que esteja conversando com o Cruzeiro sobre a possibilidade de trocar Cícero por Julio Baptista.