UFMG rechaça ‘ocupação’ da Fifa

iG Minas Gerais | João Paulo Costa |

Durante a Copa do Mundo, a reitoria da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) pretende fechar o campus da Pampulha em dias de jogos no Mineirão. Apenas estudantes teriam acesso às dependências da Federal. A informação foi repassada por um e-mail ao qual O TEMPO teve acesso, enviado pelo diretor da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (Fafich), Fernando Filgueiras, para alunos e funcionários do prédio.

Segundo o comunicado, a reitoria também não pretende ceder os limites do campus para forças de segurança se instalarem. A administração da UFMG também resiste à hipótese de que o campus vire um estacionamento para autoridades da Fifa, assim como um corredor de torcedores em direção ao estádio em dias de jogos. Nesta terça, o Conselho Universitário da UFMG se reunirá para apreciar a decisão da reitoria de fechar o campus da Pampulha.

Em 2013, durante a Copa das Confederações, a reitoria foi ocupada por estudantes contrários à presença da Força Nacional de Segurança nos limites do campus. Naquela ocasião, um acordo entre a universidade e o governo garantiu a não ocupação do espaço pelas tropas.

Contudo, por estar perto do Mineirão, a UFMG estaria sendo pressionada para ceder seus limites durante a Copa. Procurado, o reitor Jaime Arturo Ramírez informou que só vai se pronunciar sobre o assunto após o Conselho Universitário (que é o órgão máximo de deliberação da UFMG) apreciar a pauta, nesta terça à tarde.

CONVERSA. Paulo Afonso Romano de Mello, do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UFMG, afirma que os alunos estão se movimentando. “Estamos mantendo um diálogo com a reitoria, que tem se mostrado aberta ao debate. O posicionamento dos estudantes é o de que não queremos o campus ocupado nem por tropas de segurança e nem para servir de rodoviária para a Fifa”, diz. 

Áreas de atuação

1ª Cia. Mineirão, COTs (Independência e Sesc Venda Nova) e CTSs (Cidade do Galo, Tocas da Raposa I e II e Arena do Jacaré).

2ª Cia. Fan Fest, no Expominas (Gameleira).

3ª Cia. Pontos turísticos (praças da Liberdade e do Papa, Savassi e Pampulha).

4ª Cia. Aeroportos (Confins, Pampulha e Carlos Prates), hotéis e regiões hoteleiras.

5ª Cia. Mobilidade urbana (terminais rodoviários, estações de ônibus, do Move e do metrô).

6ª Cia. Recobrimento (supre a necessidade de outras companhias).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave