Líder, forte e cada vez mais favorito ao quarto ‘caneco’

Raposa já somou 16 pontos, um a mais que o segundo colocado na tabela, o Fluminense

iG Minas Gerais | Thiago Prata |

Empolgada. Os bons resultados e a liderança da tabela deixam a torcida celeste confiante na conquista do quarto título do Brasileirão
FERNANDA CARVALHO / O TEMPO
Empolgada. Os bons resultados e a liderança da tabela deixam a torcida celeste confiante na conquista do quarto título do Brasileirão

O que esperar de uma equipe que ganhou o último Brasileirão com um pé nas costas, reforçou um elenco que já era de qualidade e manteve um treinador deveras competente e com uma gana enorme de compensar a perda da Libertadores? É exatamente isso o que está sendo visto na edição deste ano do Nacional. As primeiras rodadas desta Série A reiteram o fato de o Cruzeiro ser um dos fortes candidatos ao título do torneio – para muitos, o principal postulante ao “caneco”. O início de trajetória, aliás, é superior ao de 2013, o que aumenta ainda mais o sonho da China Azul de ver o time garantir o quarto troféu da competição em sua galeria.

A Raposa teve um começo de campanha bastante animador em 2013. Após a sétima rodada, tinha 12 pontos, três a menos que o líder Coritiba, e ocupava a quarta colocação. Em 2014, o desempenho é ainda melhor, com quatro pontos a mais. Depois de cinco vitórias, um empate e uma derrota, a equipe celeste se apossou da ponta da tabela de classificação, com 16 pontos, e dá indícios deque vai vender caro esse posto.

“Interrompemos um sonho, um objetivo grande que era a Libertadores, mas não dá para ficar sofrendo. O futebol nos dá nova oportunidade de fazer um Brasileiro forte. Estamos na liderança de forma momentânea. O Cruzeiro precisa estar forte, consistente, bem equilibrado para que possa ir somando pontos e virar na parada da Copa entre os primeiros”, destacou o técnico Marcelo Oliveira.

Há quem diga que o rótulo de favorito ao Brasileiro dado à Raposa pode até soar prematuro por ainda ser início de campeonato. Mas o triunfo contundente sobre um dos melhores plantéis do torneio, o Internacional, por 3 a 1, fora de casa, impulsiona boa parte da torcida celeste a pensar dessa forma.

“Foi uma vitória importantíssima, fundamental para a nossa caminhada, a nossa trajetória. Dificilmente outros times vão ganhar do Internacional fora de casa. Tivemos um primeiro tempo oscilante. Consertamos e conseguimos encaixar melhor o jogo na etapa final. E ganhamos de uma equipe que é concorrente direta ao título”, exaltou Marcelo.

Números

Comparação. Nas sete primeiras rodadas do Brasileiro de 2013, o Cruzeiro fez 15 gols e sofreu sete. No mesmo período em 2014, o número de tentos anotados é o mesmo, mas a defesa levou nove.

Marcelo Moreno comemora volta à boa fase Depois de alguns altos e baixos no início de seu retorno ao Cruzeiro, o atacante Marcelo Moreno voltou à boa forma e tem sido fundamental para o Cruzeiro neste começo promissor no Brasileiro. O centroavante já dá indícios de que vai brigar pelo prêmio de artilheiro do campeonato. Já são cinco gols até agora. No entanto, ele deixará de atuar nas duas próximas rodadas – contra Corinthians, nesta quarta, e Flamengo, no domingo – em função da convocação para a seleção boliviana, o que pode comprometê-lo nessa briga. E ainda pode pegar alguns jogos de suspensão. Mas o entusiasmo pela boa fase supera as adversidades. “Estou muito feliz no time que me acolheu e dando a resposta dentro de campo, que é o mais importante”, disse o avante.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave