Papa Francisco promete encontro com vítimas de abuso sexual

Três bispos estão sendo investigados pelo Vaticano por esses crimes, mas não está claro se eles são acusados de cometerem abuso ou se respondem por ocultar o crime

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Papa se encontrará com vítimas de abuso sexual
Gregorio Borgia/AP
Papa se encontrará com vítimas de abuso sexual

O papa Francisco irá se encontrar no próximo mês, no Vaticano, com um grupo de vítimas de abuso sexual e declarou "tolerância zero" com qualquer membro do clero que violar um menor.

O papa também revelou que três bispos estão sendo investigados pelo Vaticano por motivos relacionados a abuso sexual, mas não está claro se eles são acusados de cometerem abusos ou se respondem por ocultar o crime. "Ninguém tem privilégios", disse.

A reunião do papa incluirá uma missa e será o primeiro encontro do tipo com um pontífice. Vítimas de abuso sexual têm criticado a Igreja Católica por não expressar solidariedade.

Em uma coletiva de imprensa realizada a bordo do avião do pontífice no retorno de Jerusalém, Francisco disse que viajará para o Sri Lanka e para as Filipinas em janeiro de 2015 e indicou que poderá seguir os passos do papa Bento XVI e se retirar quando não tiver força para se manter no cargo. "Ele abriu uma porta, a porta dos papas eméritos. Somente Deus sabe se haverá outros, mas a porta está aberta", afirmou, acrescentando acreditar que Bento XVI não foi um caso único.

Durante a conversa com repórteres, Francisco também reduziu as expectativas pelo encontro com os representantes de Israel e da Palestina, no próximo mês, deixando claro que não será um encontro para mediar a paz. "Nos reuniremos para rezar e depois todos vão para casa. Mas acredito que a oração é importante, que rezemos juntos" declarou. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave