Mochila com marmita e roupas mobiliza Gate em estação do Move

Bolsa de cor preta encontrada por uma agente da BHTrans levantou a suspeita e fez com que a polícia fosse acionada, na Pampulha

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER |

Uma suspeita de bomba em uma estação do Move (nome dado ao BRT da capital, sigla em inglês para transporte rápido por ônibus) na avenida Dom Pedro I, no bairro Itapuã, na região da Pampulha, em Belo Horizonte, mobilizou uma unidade do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Polícia Militar e assustou usuários do transporte público na noite desta segunda-feira (26). Uma entrada da estação foi fechada por volta das 17h45.

Durante cerca de uma hora, militares do grupo antibombas realizaram testes na mochila encontrada em uma plataforma das linhas alimentadoras da estação. A bolas continha algumas peças de roupas e uma marmita. O dono não foi localizado.

Conforme o sargento Jhonatas, da assessoria de imprensa da Polícia Militar (PM), uma agente da BHTrans, que trabalha no local, encontrou uma grande mochila preta próximo às bilheterias, na entrada da avenida Portugal. A denúncia fez com que o Gate comparecesse ao local no início da noite desta segunda.

Como prevenção, a entrada pela avenida Portugal foi fechada durante os trabalhos dos militares.

De acordo com Denise Fontes, que trabalha na Central de Operações da Prefeitura e Belo Horizonte, a operação do Move não foi comprometida, já que a mochila foi encontrada longe da plataforma principal.

Atualizada às 21h50.

Leia tudo sobre: bombagatedenúncia