Com ressalva, Souza aprova São Paulo pré-Copa

Restando duas rodadas para a pausa no campeonato, por conta do Mundial, Tricolor está com 12 pontos, em sétimo lugar

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Souza disse que faltou malandragem ao time para segurar a vantagem
Rubens Chiri/saopaulofc.net
Souza disse que faltou malandragem ao time para segurar a vantagem

Restam dois jogos para o São Paulo antes da paralisação para a disputa da Copa do Mundo e o clube, por enquanto, consegue se manter relativamente próximo das primeiras posições do Campeonato Brasileiro. Com 12 pontos e no sétimo lugar, o time tricolor está a quatro do líder Cruzeiro e a um do G-4.

Para Souza, no entanto, o desempenho ainda não é o ideal. Apesar de estar em uma posição competitiva, o volante não esconde que esperava um desempenho ainda superior, mas reconhece que o time teve uma sequência de rivais complicados na primeira etapa da disputa.

"Satisfeitos não estamos porque queríamos estar perto do líder ou ser líder. Precisamos, porém, ressaltar que pegamos equipes grandes e qualificadas. Nenhum time pegou jogos tão difíceis como o São Paulo. Tirando o jogo contra o Coritiba, só pegamos times de grande expressão. Fizemos jogos bons e outros ruins, mas em termos de classificação até que estamos bem. No total não está bom, mas sabemos que não foi fácil conseguir esses 12 pontos que conseguimos hoje", analisou.

Souza também não acredita que o Brasileiro será diferente quando terminar o Mundial. O volante vê poucas chances de mudanças drásticas após a paralisação e por isso quer o São Paulo somando o máximo de pontos possíveis para retomar a disputa em vantagem sobre os demais.

"Não acho que será nem um pouco diferente, por isso precisamos manter esse foco porque cada um vai brigar pelos seus objetivos; quem está lá embaixo vai continuar tentando subir, quem está na liderança vai defender seu posto e quem estiver no meio vai tentar evoluir. Na pausa da Copa temos que nos manter em cima porque temos inúmeras equipes querendo ganhar e sabemos que será difícil até mesmo uma vaga na Libertadores, por isso precisamos valorizar cada jogo", disse.

O próximo jogo do São Paulo acontece nesta quarta-feira, contra o Atlético-PR, no Parque do Sabiá, em Uberlândia (MG). O time não poderá contar com Maicon, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e Muricy Ramalho deve dar chance a Hudson, contratado junto ao Botafogo-SP e que teve poucas oportunidades até aqui.  

Leia tudo sobre: sao paulosouzabrasileirofutebol