Diretor celeste afirma interesse em Cícero e aumenta rumores na Toca

Meia do Peixe poderia vir para Minas Gerais em uma negociação envolvendo a ida de Júlio Baptista para Santos

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES |

Após ser eliminado da Copa Libertadores da América e perder a chance de faturar, aproximadamente, R$ 10 milhões, o Cruzeiro deve reduzir sua folha salarial a fim de minimizar impactos negativos nos cofres do clube. Para isso, uma das alternativas pode ser liberar o meia-atacante Júlio Baptista, um dos figurões na lista de altos salários na Raposa.

Com vencimentos na casa de R$ 1 milhão, o jogador interessa ao Santos, e a própria diretoria estrelada vê com bons olhos um possível negócio envolvendo o time mineiro e a equipe santista. É que a equipe estrelada, há tempos, sonha com o meia Cícero, que está com contrato perto de vencer na agremiação paulista.

“A notícia saiu de Santos, mas ninguém pode descartar a contratação do Cícero. Qualquer clube brasileiro gostaria de tê-lo em seu elenco. É um jogador que está ficando sem contrato, quem sabe?”, disse o gerente de futebol cinco estrelas, Valdir Barbosa, em entrevista à Rádio Itatiaia no último domingo.

Barbosa não confirmou que exista, por parte da Raposa, negociação em andamento para uma eventual saída de Baptista e a vinda de Cícero. No entanto, pela sua resposta, mostrou que o Cruzeiro se interessa pelo jogador santista e aumentou os rumores em relação ao caso.

Cícero já fez seis jogos com a camisa do Alvinegro Praiano e se atuar mais uma única vez, completando sete jogos pela equipe do litoral, não poderá se transferir para outro clube brasileiro. Por isso, o meia pediu para não ser escalado diante do Flamengo, no último domingo. Outro interessado em Cícero é o Fluminense, onde o atleta atuou entre 2007 e 2008, antes de se transferir para o Hertha Berlim, da Alemanha. 

Leia tudo sobre: cruzeiroraposacicerointeressediretorbrasileiro