Funcionários de empresa de ônibus cruzam os braços em Contagem

Nenhum ônibus da empresa São Gonçalo sai da garagem; grupo, ormado por motoristas e cobradores, cobra pagamento de hora extra

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Cerca de 100 funcionários de uma empresa de ônibus, entre motoristas e cobradores, fazem uma manifestação e impedem a saída de coletivos de uma garagem em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, na manhã desta segunda-feira (26).

De acordo com a Polícia Militar, os manifestantes estão na porta da empresa São Gonçalo, na rua Reginaldo Souza Lima, no bairro Fonte Grande.

O grupo pede o pagamento de hora extra, que, segundo os funcionários, não estaria sendo feita.

O ato acontece de forma pacífica, mas aina não há previsão de quando o serviço será normalizado.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave