‘Despedida de Dilma’ marcada

Perfis no Facebook “convidam” eleitores para “festa do voto” e pedem que Dilma não seja reeleita

iG Minas Gerais | Isabella Lacerda |

Campanha. Página no Facebook utiliza de muita ironia para convocar o internauta a comparecer às urnas e não votar em Dilma Rousseff
Reprodução Facebook
Campanha. Página no Facebook utiliza de muita ironia para convocar o internauta a comparecer às urnas e não votar em Dilma Rousseff

A proximidade do período oficial das eleições no país acirrou os ânimos nas redes sociais e basta um único acesso ao Facebook ou ao Twitter para ver em pauta temas relativos à campanha. Mais do que a discussão de propostas, porém, os internautas têm aproveitado para defender ou atacar os nomes já colocados para a disputa presidencial de outubro. E a bola da vez é a presidente Dilma Rousseff (PT). Ela é alvo de cinco páginas no Facebook que organizam um encontro no dia 5 de outubro – data do primeiro turno do pleito – intitulado “Despedida da Presidente”.  

Desde que foram criadas há pouco mais de duas semanas, as páginas foram curtidas por quase 500 mil pessoas, que prometem comparecer à festa que marcará a saída da petista do comando do país. O perfil com mais seguidores foi criado pelo paulista Felipe Varejão. De forma irônica, ele explica na página que essa é uma forma de homenagear Dilma, “que se esforçou tanto, nos últimos três anos e meio para transformar o país nessa maravilha econômica”.

O autor do evento, que até a noite deste domingo contava com a adesão de 460 mil pessoas, explica que o convite para a festa é o título de eleitor de cada internauta, que precisa ser apresentado no dia da votação e ser “bem usado”. Em tom de brincadeira, ele pede ainda aos eleitores que não consumam bebida alcoólica na véspera da votação. “Vai que você não se lembra de nada do que ocorreu nos últimos três anos e meio e vota na nossa querida Dilma?”, ironiza.

Apesar de a descrição da página não fazer nenhum tipo de defesa de outros pré-candidatos ao Palácio do Planalto, os internautas que declararam que vão “comparecer” à festa citam constantemente o nome de Aécio Neves (PSDB) nos comentários. Em várias das enquetes criadas – uma delas pergunta quem é o político “mais bem-preparado para ganhar as eleições” enquanto outra questiona quem tem “mais chance de tirar Dilma” – o nome mais lembrado é o do senador mineiro. Uma página pró-reeleição de Dilma também já foi criada.

Repercussão. As publicações na internet com críticas aos três principais candidatos à Presidência estão sendo monitoradas pelos partidos e podem parar na Justiça. No caso específico do PT, o vice-presidente nacional do partido, Alberto Cantalice, diz que está “coletando” todos os posts ofensivos a Dilma para pedir à Justiça Eleitoral que saiam do ar.

Neste domingo, o deputado federal Nilmário Miranda (PT) condenou o fato de as pessoas considerarem a internet “uma terra sem lei”, apesar de não defender a censura. “Só defendo que seja retirado do ar as publicações que desrespeitam a lei, que denigrem a imagem”, afirma.

Contra Aécio

Resposta. “Perca a eleição, mas não perca essa festa” é a chamada de uma página no Facebook para a “festa do fim da carreira do Aécio Neves”. O evento já conta com 11 mil adesões.

Ronaldo teria sido sondado por Aécio Mais um nome entrou neste domingo para a lista de cotados como vice na chapa do senador Aécio Neves (PSDB) à Presidência. De acordo com o colunista Bruno Astuto, da revista “Época”, o ex-jogador Ronaldo Nazário tem sido sondado sobre a possibilidade de participar do pleito neste ano ao lado de Aécio. Neste domingo, porém, uma liderança do PSDB que pediu anonimato afirmou que a escolha seria “um grande risco”. “Não acredito nisso. O vice deverá sair de São Paulo, e só será escolhido no início de junho”, disse.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave