Polícia apreende armadilhas para caça de animais silvestres em Mariana

Operação da Polícia Militar do Meio Ambiente tem o objetivo de combater a caça e a captura ilegal das espécies

iG Minas Gerais | Bruna Carmona |

Armadilhas foram colocadas no matagal
Polícia Militar de Meio Ambiente/Divulgação
Armadilhas foram colocadas no matagal

A Polícia Militar de Meio Ambiente de Mariana, na região Central do Estado, apreendeu armas, munição e várias "cevas", armadilhas utilizadas para a captura de animais silvestres, durante uma operação realizada nesse sábado (24). As "cevas" utilizam comida para atrair os animais, que quando se aproximam, são abatidos e vendidos no mercado clandestino, segundo a Polícia Militar do Meio Ambiente.

Com o objetivo de combater a caça e a captura de espécies selvagens, os militares fizeram buscas na localidade de Bicas, na zona rural da cidade, onde descobriram várias armadilhas espalhadas pelo terreno conhecido como Fazenda Tesoureiro.

Eles entraram na mata fechada para procurar os responsáveis por armar as "cevas" e, durante a patrulha, encontraram dois homens "empoleirados" no alto de duas árvores. Aos perceber a aproximação dos policiais, os suspeitos fugiram pela mata. Até o momento, ninguém foi preso.

Os materiais apreendidos foram levados para a Delegacia de Polícia de Mariana.

Leia tudo sobre: marianameio ambientearmadilhacevas