Palmeiras joga contra a lanterna para manter o embalo

Desde a saída de Gilson Kleina, o Palmeiras fez quatro jogos, venceu todos sem levar gol e está na parte de cima da tabela de classificação.

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O treinador argentino não estará em campo, mas estará acompanhando tudo de perto para ir conhecendo melhor o elenco
Palmeias On Line Oficial/reprodução
O treinador argentino não estará em campo, mas estará acompanhando tudo de perto para ir conhecendo melhor o elenco

O embalado Palmeiras entra em campo com dois objetivos bem distintos e claros para enfrentar a Chapecoense, neste domingo, às 18h30, na Arena Condá, em Chapecó (SC), pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O primeiro é manter a boa fase e a invencibilidade sob o comando do interino Alberto Valentim. O segundo, é se mostrar para o técnico argentino Ricardo Gareca, que estará acompanhando atentamente a equipe após ter sido apresentado como novo treinador na última sexta-feira.

O treinador não tem pressa para assumir a equipe e deixa que Alberto dê sequência ao trabalho até a parada para a Copa do Mundo, mas estará acompanhando tudo de perto para ir conhecendo melhor os jogadores.

O adversário faz um péssimo campeonato. É o lanterna com dois pontos e após a derrota para o Criciúma, na última rodada, o técnico Gilmar Dal Pozzo foi demitido. Celso Rodrigues será o treinador interino. No ano passado, a Chapecoense deu trabalho para o Palmeiras e foi o único time que não perdeu para os paulistas na campanha da Série B. Ganhou por 1 a 0, em casa, e empatou por 0 a o no Pacaembu.

Em relação ao time, que ainda não deve ter interferências de Ricardo Gareca, Alberto pode promover uma importante mudança. Na partida contra o Vitória, o interino cansou de gritar e pedir maior movimentação e participação de Mendieta. Sem ser atendido, sacou o paraguaio e promoveu a estreia de Bernardo. Como o paraguaio está em baixa, pode ser que o meia recém-contratado ganhe a primeira oportunidade de ser titular.

Com o novo chefe de olho, a expectativa do elenco é que além de muita vontade e raça, o time consiga também ter um pouco de técnica. Até por isso, Alberto pretende manter a base, esperando que o entrosamento ajude na evolução. Como nos últimos jogos, os desfalques continuam sendo Fernando Prass e Bruno César (machucados), Leandro (com a seleção brasileira sub-21), Eguren (seleção uruguaia) e Valdivia (seleção chilena).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave