Mais de mil pessoas protestam contra golpe de Estado na Tailândia

Mobilização acontece depois da tomada de poder pelos militares há três dias; manifestantes desfilaram, apesar da advertência da junta militar que proibiu encontros de mais de cinco pessoas

iG Minas Gerais | Da Redação |

Mais de mil manifestantes participaram de marcha neste domingo (25) em Bangcoc contra o golpe de Estado no país, em uma mobilização sem precedentes, depois da tomada de poder pelos militares há três dias.

Após confronto com os soldados em um bairro comercial da capital, os manifestantes desfilaram encorajados por moradores que passavam pelas ruas, apesar da advertência da junta militar que proibiu encontros de mais de cinco pessoas.

O Conselho Nacional para a Paz e Ordem, nome oficial da junta militar, criou um novo governo formado por generais, que pretende implantar reformas políticas e econômicas, embora, até o momento, não tenha definido prazo para devolver o poder aos civis.

Segundo o chefe do Exército e autoproclamado primeiro-ministro, Prayuth Chan-ocha, o golpe de Estado visa a evitar uma escalada de violência entre os manifestantes pró e antigoverno, que estavam concentrados em diversos pontos da cidade.

O golpe de Estado foi condenado por grande parte da comunidade internacional, incluindo os Estados Unidos, que cancelaram um exercício militar bilateral, as visitas de responsáveis que estavam previstas e a ajuda à Tailândia na área de defesa.

Leia tudo sobre: golpe de Estadomanifestação