Do red carpet para a vida real

Deciframos as principais tendências do tapete vermelho para você aplicar nas suas festas; vem com a gente!

iG Minas Gerais | Deborah Couto |

Considerada a mais bela do festival, Blake Lively arrasou num Gucci Bicolor
Alastair Grant
Considerada a mais bela do festival, Blake Lively arrasou num Gucci Bicolor

Quando vemos um tapete vermelho como o do Oscar ou o do Festival de Cannes, imaginamos que nunca teremos uma ocasião para usarmos vestidos como os que as estrelas do cinema usam. Mas todo mundo tem uma festa para ir na vida. E as tendências de red carpet são totalmente adaptáveis à nossa humilde realidade, nem que seja pra gente se dar o direito de sonhar um pouquinho. Pandora te convida a fazer esse exercício e observar o que ficaria bom em você para aplicar nas suas ocasiões especiais. Vem com a gente!

Brancos/clarinhos

Não é casamento, mas os vestidos brancos andam reinando no red carpet. Seja em looks minimalistas ou em visuais mais ricos (como o longo Chanel Couture todo bordado de Blake Lively), a cor anda dominando os bailes de gala e eventos do cinema. Dica: não use, em hipótese nenhuma, em casamentos se não for a noiva.

Fendas

Angelina Jolie deu o start na onda de mostrar as pernas, e todas aderiram. As brasileiras mostraram as coxas em peso, assim como Rita Ora e Jessica Chastain, só para citar algumas. Ao contrário do que fez a maioria das nossas conterrâneas, a dica aqui é atenção ao jogo de esconde/revela. Se for mostrar muito na parte de baixo, que tal esconder o colo um pouco mais?

Camisa branca

Ela salva a vida de um look formal, pero no mucho. Como Cannes é cheio de photocalls (eventos menos formais em que as celebridades respondem a coletivas de imprensas e participam de sessões de fotos), as atrizes (e atores) têm de estar apresentáveis, mas não precisam se vestir com looks de baile. A camisa é uma peça ideal para esse tipo de ocasião e apareceu tanto acompanhada de saia mídi rodada, bem anos 50, como mostram as atrizes Sarah Gadon e Mia Wasikowska, quanto acompanhando um terno em produção bem masculina; perfeita na francesa Lea Seydoux.

Ladylike

As saias rodadas, em estilo anos 50, vieram para ficar. Assim dizem Monica Bellucci, Alice Braga e Jen Lawrence. Pelo meio da coxa para as mais jovens ou um pouco abaixo do joelho para quem não quiser ousar tanto, o modelo garante feminilidade e elegância ao visual e bônus: fica em em todo mundo, já que afina a cintura da mulher.

Outra pegada do estilo é a onda diva de outros tempos. Pense na era de ouro do cinema hollywoodiano: vestidos ajustados com cauda de sereia, ondas bem definidas do cabelo, decote de um ombro só... Imaginou? Se combina com você e tem eventos a altura, pode investir!

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave