Vestido de personagem

iG Minas Gerais |

Não é porque as estampas são infantis que o look precisa ser caracterizado. De acordo com Bruna Ortega, especialista em pesquisa de tendências do Grupo WGSN, a modelagem da peça não tem que necessariamente ser infantil para acompanhar o print. “A brincadeira vem realmente desse contraste do ‘sério’ com o ‘divertido’. Combinar tops divertidos com pecas mais básicas ou clássicas, como por exemplo a saia lápis ou então o salto alto, funciona muito bem. Os acessórios mais pesados como maxicolares e brincos pesados também deixam o look menos infantil e mais divertido”, ensina.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave