Sueco é punido por tirar Massa de treino em Mônaco

Além disso, Ericsson, que estreia na categoria, recebeu dois pontos de punição na sua licença

iG Minas Gerais | agência estado |

Depois de provocar o acidente que tirou Felipe Massa do treino de classificação para o GP de Mônaco, neste sábado, nas ruas de Montecarlo, o sueco Marcus Ericsson, da Caterham, foi punido e vai largar dos boxes neste domingo, na sexta etapa da temporada 2014 da Fórmula 1. Além disso, Ericsson, que estreia na categoria, recebeu dois pontos de punição na sua licença.

Massa tinha o 10.º tempo na primeira parte do treino de classificação, avançaria tranquilamente para a segunda, mas foi atingido pelo sueco Marcus Ericsson quando levava o carro da Williams de volta para os boxes.

O piloto da Caterham vinha em volta rápida, Massa percebeu e tirou seu carro da frente. Mas o sueco errou na freada ao ver o brasileiro pelo caminho e atingiu a Williams. O choque não foi forte, mas deixou os dois atravessados depois de toque no guardrail.

Como o carro de Massa desligou e o acidente foi no finalzinho do Q1, o brasileiro não conseguiu voltar para os boxes pilotando sua Williams antes de o Q2 começar. Assim, se viu obrigado a largar na 16.º colocação, como se tivesse sido o último da segunda parte do treino.

Em entrevista à Rede Globo, Massa criticou o sueco Ericsson: "O que eu posso dizer? Saí para deixar o cara passar. Aí ele passa reto e me joga fora da pista. Não tinha carro para estar brigando lá na frente, mas já tinha virado bom tempo para aquele momento na pista. Era pra ter sido bem melhor. Mais uma jogada no lixo", lamentou o brasileiro, que faz péssima temporada.

Também falando à Globo, Ericsson, da Caterham, pediu desculpas a Massa. "Eu estava na volta rápida, e acabei pegando o Massa, que estava na linha do traçado. Mas sim, eu cometi um erro. É uma pena que Felipe estava do lado de fora. Eu peço desculpas por isso", disse o sueco. "Minha classificação acabou ali, o mínimo que ele tem que fazer é pedir desculpas", retrucou o brasileiro.

ROSBERG - A grande polêmica do dia em Montecarlo, porém, foi o erro de Nico Rosberg, já nos segundos finais do treino, que acabou impedindo Lewis Hamilton tentar tirar-lhe dele a pole position. Mas a direção de prova, revendo o incidente, concluiu que o alemão não agiu propositalmente. Assim, Rosberg larga na pole, com seu companheiro de Mercedes em segundo.

Leia tudo sobre: fórmula 1felipe massa