Sul-americanos terão vantagem na Copa, diz Götze

Para o meia, a seleção alemã e os demais europeus vão sentir a diferença das condições climáticas no Brasil

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Camisa 10 não vai disputar a final da Champions League
REPRODUÇÃO/BORUSSIA DORTMUND
Camisa 10 não vai disputar a final da Champions League

A Alemanha escolheu um hotel afastado, em meio às montanhas do norte da Itália, para fazer seu penúltimo estágio de preparação antes da Copa do Mundo. No Brasil, a equipe vai ficar hospedada em um CT próprio, montado no sul da Bahia. Para o meia Götze, a seleção alemã vai sentir, como os demais europeus, a diferença climática.

"Obviamente os time sul-americanos vão ter vantagem. As condições para nós europeus são diferentes, mas isso vai acontecer com todos os times. Não acho que isso poderia ser utilizado como desculpa", disse Götze, em entrevista coletiva, neste sábado.

O meia, principal contratação do Bayern de Munique para a temporada, concedeu coletiva junto com Mario Reus, do Borussia Dortmund. Os dois, teoricamente, disputam a mesma posição no time do técnico Joachim Löw.

"Nós dois queremos jogar com certeza. Na Eurocopa de 2012 eu estava sem ritmo, vinha de uma lesão, mas agora a situação é diferente", lembrou Götze, que só fez um jogo na Euro. Na época, Reus também era reserva, mas agora os dois têm esperança de ganhar um posto no time titular. "Espero jogar esse Mundial, porque ele é realmente grande. Desde a Eurocopa eu me desenvolvi bastante. Estou numa boa posição, mas agora está na mão do técnico", comentou.

A Alemanha, que está no Grupo G da Copa, junto com EUA, Gana e Portugal, chegou quarta-feira a St. Leonhard, uma pequena vila em Alto Adige (chamada de South Tyrol na Alemanha). Joga em Mönchengladbach contra Camarões em 1.º de junho, pega a Armênia cinco dias depois em Mainz, e chega ao Brasil em 8 de junho. A estreia, contra Portugal, é dia 16, em Salvador.

Leia tudo sobre: AlemanhaGötzefutebol