Governo entrega pendências de projeto em 20 dias

Documentação enviada na última semana à Caixa excluiu orçamento de dez dos 366 itens da obra

iG Minas Gerais |

Sondagens para a elaboração do projeto de estações subterrâneas foram iniciadas ainda em 2012
LEO FONTES / O TEMPO
Sondagens para a elaboração do projeto de estações subterrâneas foram iniciadas ainda em 2012

O projeto da linha 3 do metrô da capital (Savassi/Lagoinha), entregue na última semana à Caixa Econômica Federal (CEF), para análise, vai demandar complementação do governo estadual, que prometeu eliminar as pendências em até 20 dias. Após a etapa, a CEF deverá encaminhar a documentação aprovada para o Ministério das Cidades autorizar, junto à Caixa, a licitação das obras. Isso deve durar 45 dias úteis, no mínimo.

De acordo com a Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), a CEF pediu informações complementares, como o orçamento de dez dos 366 itens do projeto, entre eles escavação e construção do túnel da linha 3. “As empresas se comprometeram a entregar esses orçamentos em 20 dias”, afirmou o secretário Fabrício Sampaio.

O presidente da Trem Metropolitano de Belo Horizonte (Metrominas), José Eugênio Monteiro, explicou que a linha 3 será semelhante à linha 4 do metrô de São Paulo. “Na praça Sete, as pessoas terão acesso subterrâneo (ao metrô) pelas quatro ruas”, disse. Segundo ele, a previsão é que se escave 10 m por dia, concluindo a obra em cinco anos.

Os projetos da expansão e modernização da linha 1 (Vilarinho/Eldorado) e de construção da linha 2 do metrô (Nova Suíssa/Barreiro) já estão prontos. No entanto, para que tenha início à Parceria Público-Privada que vai executar as obras, a gestão do sistema precisa ser transferida da União para a Metrominas. (JS/Laura Zschaber)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave