Para não ter concorrência, dia 11 será dos namorados

Abertura da Copa do Mundo e jogo do Brasil motivam comércio a mudar data

iG Minas Gerais | Thaís Pimentel |

Esperança. Proprietário do restaurante Pacífico, Marco Aurélio Pereira, aposta em casa cheia no dia
douglas magno
Esperança. Proprietário do restaurante Pacífico, Marco Aurélio Pereira, aposta em casa cheia no dia

O Dia dos Namorados é sempre comemorado no dia 12 de junho. É a terceira melhor data para o comércio, já que os casais costumam sair para jantar, trocar presentes e até dar uma esticadinha no motel. Mas 12 de junho de 2014 também é dia de abertura da Copa do Mundo com o jogo entre Brasil e Croácia. Para não atrapalhar a festa, alguns restaurantes e motéis estão aderindo ao Movimento 11, proposto pela marca de cerveja Brahma, que pretende antecipar o dia mais romântico do ano para 11 de junho. A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, em Minas Gerais (Abrasel – MG) vai lançar uma campanha para que seus associados comprem a ideia. “Nós vamos fazer uma grande divulgação para alavancar o movimento nesses dois dias”, afirma o presidente da entidade, Fernando Junior, que prepara um desconto de 11% para os casais que toparem a proposta. “Nós também já fechamos uma parceria com a Rede Motéis BH”, revela ele. Reservas. O restaurante Oficina d’Ideias, no bairro Santo Antônio, aposta no 12 de junho, mas também vai fazer uma prévia do Dia dos Namorados. “As luzes indiretas e as velas na mesa vão dar o clima romântico no dia 11 de junho. Já tem gente interessada em fazer reserva”, conta o gerente Evander Simão. No dia seguinte, o local vai colocar um telão para transmitir o jogo do Brasil, mas sem deixar o romantismo de lado. “Vai ter uma programação dedicada à Copa do Mundo, mas depois que a partida terminar, o local voltará a estar disponível aos namorados”, disse o gerente. “Essa ideia propõe aos torcedores curtirem a competição da melhor maneira possível. Nós não queremos que haja concorrência entre as comemorações”, explica o diretor de comunicação da Ambev, fabricante da Brahma, Ricardo Amorim. Na semana que vem, a empresa vai divulgar uma lista dos parceiros do chamado Movimento 11. “São bares, restaurantes, motéis, floriculturas, perfumarias e lojas de vestuário. Eles vão oferecer promoções e descontos a quem decidir antecipar a data”, conta o diretor da Ambev. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave