Dois assuntos hoje!

iG Minas Gerais |

Amados, nosso assunto hoje é muito sério. Resolvi unir dois temas fantásticos para que inúmeras pessoas renovem sua fé, sua esperança e o zelo pela vida. Nessa última quarta-feira, dia 21, lembramos o dia de santa Rita de Cássia, a santa dos casos impossíveis e desesperados, e nada é mais desesperador do que alguém sofrer de câncer. Por isso, resolvi utilizar este espaço para que juntos montemos um imenso grupo de orações para pedir a poderosíssima intercessão de santa Rita de Cássia junto a Jesus, visando a proteção de todas as pessoas que têm câncer, que já tiveram câncer e que estão em acompanhamento, e todos aqueles que têm casos de câncer na família. Que todos tenham suas forças e sua fé renovadas para combater essa doença. O Instituto Nacional do Câncer estima que cerca de 580 mil casos novos da doença surjam no Brasil em 2014. Os tipos de cânceres mais comuns no país são: câncer de pele, de próstata, de mama, de cólon, de pulmão e de estômago. Como disse acima, nesta semana, foi o dia de santa Rita de Cássia, que nasceu na Itália, no dia 22 de maio de 1381, na região da Úmbria. Seu nome real é Margherita. Passou sua infância ajudando os pais na lavoura. Ela se casou e teve dois filhos. O marido foi assassinado, e os filhos morreram quando a peste negra desolou a Europa. Sozinha no mundo, Rita dedicou o resto de suas vidas a cuidar de pessoas carentes e doentes mais pobres. Ingressou no Convento das Irmãs Agostinianas de Santa Maria Madalena, em Cássia, para tornar-se religiosa. Diz a lenda que, naquela época, as viúvas não tinham o direito de ingressar nos conventos, mas, certa vez, ela foi encontrada pelas irmãs, orando incessantemente na capela do Mosteiro e foi aceita no local. Um dia, rezando perante o crucifixo, pediu a Cristo a graça de sofrer com Ele e, nesse momento, um espinho desprendeu-se da imagem e foi direto para sua fronte, abrindo uma chaga dolorosa, que durante mais de 15 anos a fez sofrer muito. Em 1450, Rita queria ir a Roma com suas companheiras de hábito, mas não podia por causa da chaga na fronte. Ela, então, orou pedindo a Deus e a chaga se fechou e apenas voltou a abrir quando ela retornou para o convento. Por tudo isso, vamos hoje fazer uma oração e pedir a intercessão dessa alma santa, para que todos que sofrem direta ou indiretamente com o câncer sejam protegidos, abençoados e tenham uma força divina para lutarem por suas vidas. Fiquem todos na paz de Cristo. Boa semana, e que Deus os abençoe!

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave