Tarantino fala de seus planos

Diretor foi a Cannes para celebrar os 20 anos da Palma de Ouro para “Pulp Fiction”

iG Minas Gerais |

Hoje. Em Cannes, Tarantino apresenta hoje o faroeste “Por um Punhado de Dólares”
Francois Durand
Hoje. Em Cannes, Tarantino apresenta hoje o faroeste “Por um Punhado de Dólares”

Quentin Tarantino foi a Cannes comemorar os 20 anos da Palma de Ouro conquistada por “Pulp Fiction”. Ele apresentaria, na noite de ontem, uma sessão do filme, em película de 35mm restaurada, aberta ao público na praia. O diretor convocou uma entrevista coletiva, em que falou de “Pulp Fiction” e do faroeste espaguete “Por um Punhado de Dólares”, que encerra o festival hoje e que ele apresenta.

Na entrevista, Tarantino disse que voltou a considerar filmar seu último roteiro, o western “The Hateful Eight”, cujo roteiro vazou na internet. “Vamos ver. Estou reescrevendo o roteiro. Agora estou mais calmo, a facada nas costas já está cicatrizando. Mas não sei ainda o que vou fazer. Estou trabalhando a terceira versão”, falou.

Ele também revelou que tem planos para produzir uma minissérie do filme “Django Livre” com as cenas extras da produção. “Eu tenho mais 90 minutos de material de ‘Django’, que nunca foi visto”, afirmou o cineasta. Tarantino disse que uma minissérie é a forma mais atrativa de exibir todo o material que tem.

Filme-choque. Todo ano, a seleção oficial de Cannes tenta incluir pelo menos um filme-choque, com cenas ultraviolentas que deem o que falar, como “Irreversível” em 2002 ou “Anticristo” em 2009. Desta vez, o choque veio do ucraniano “The Tribe”, de Myroslav Slaboshpytskiy, um filme da paralela Semana da Crítica, que venceu três prêmios desta mostra. Não é todo dia que se vê um longa estrelado apenas por jovens surdos-mudos, sem um único diálogo, e ainda por cima violentíssimo, de deixar até Tarantino chocado.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave