Justiça determina que 75% dos ônibus devem rodar em Diadema

Em greve há dois dias, 116 veículos da Viação MobiBrasil não saíram da garagem no município nesta sexta-feira (23)

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A desembargadora Rilma Aparecida Hemetério, do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, concedeu nesta sexta-feira (23) liminar determinando que 75% da frota de ônibus de Diadema, na Grande São Paulo, deve ser mantida nos horários de pico (das 7h às 10h e das 17h às 20h). Nos demais horários, o funcionamento do serviço deve ser, no mínimo, 50%. Uma audiência de conciliação  foi marcada para a próxima segunda-feira (26).

A cidade enfrenta há dois dias greve no transporte coletivo. Nesta sexta-feira (23), os 116 veículos da Viação MobiBrasil não saíram da garagem. A empresa transporta 35 mil pessoas por dia no município. A prefeitura informou que a Viação Benfica, outra empresa que divide com a MobiBrasil o transporte no município, disponibilizou 37 carros para atender alguns bairros que estão sem transporte.

Segundo a empresa MobiBrasil, um acordo foi fechado com o sindicato dos motoristas e aprovado em assembleia na semana passada. O acordo prevê reajuste de 8% nos salários, 8% no vale-refeição, R$ 400 de participação nos lucros e resultados e plano de saúde integral. A empresa informa ainda que a paralisação é responsabilidade de um grupo dissidente do sindicato.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave