Fofão renova com Unilever e parte para último ano de profissional

Desejo de uma das maiores levantadoras da história do vôlei brasileiro é tentar aproveitar ao máximo seus últimos momentos como profissional

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Fofão parte para quase 30 anos de carreira
Márcio Rodrigues
Fofão parte para quase 30 anos de carreira

O vôlei brasileiro será o ambiente ideal para um momento especial para uma de suas principais jogadoras. A levantadora Fofão acertou a renovação de contrato com o Unilever-RJ, atual campeão da Superliga, e jogará sua temporada de despedida do esporte que lhe deu muitas alegrias em 30 anos de dedicação. 

Após o fim do campeonato brasileiro, a jogadora não chegou a divulgar a decisão que tomaria. Três semanas foram suficientes para ela pensar, repensar e decidir seu futuro.

“A minha vontade foi de continuar. Acordei depois da decisão com o Sesi e não consegui imaginar que teria acabado. A vontade de jogar ainda permaneceu em mim, mesmo ganhando mais um título. Eu pensei: ‘caramba, ganhei mais um título, sou campeã,  diante de uma festa linda. Por que não acabar minha carreira agora?’ Não era o que eu queria", destaca a jogadora.

A relação com o time do Rio de Janeiro e o ambiente criado na cidade lhe deram a certeza de que ali era o local ideal para o último ano como profissional.

"O Unilever Vôlei me procurou para renovar e, se ainda me querem, era o momento de continuar. Eu não jogaria em outro lugar que não fosse aqui, queria mais uma temporada e então as coisas deram certo”, revela.

Carpe diem

A vontade de Fofão é tentar aproveitar ao máximo seus últimos momentos em quadra. Seu desejo é de tentar tirar proveito de cada dia, de cada treino, de cada jogo, para que tudo fique em sua memória como parte importante da sua vitoriosa carreira. Os últimos instantes como profissional certamente serão lembrados de uma maneira especial.

“Espero que essa temporada passe bem devagar, até pelo fato de já estar planejado na minha cabeça que será a última. Quero que ela seja lenta para eu aproveitar o máximo . Será muito importante para mim isso, até porque será a temporada mais difícil, a mais ansiosa e a mais cheia de expectativa. De qualquer forma, independentemente dos resultados, de tudo o que vier a acontecer dentro de quadra, vai ser a mais linda de toda a minha vida”, indica.

Quem estiver ao lado da levantadora no seu último ano, pode se sentir um privilegiado. "Espero fazer com que as pessoas que estejam ao meu lado tenham um ano bom, espero dividir com elas as alegrias que viverei", afirma.

Desejo de menos lesões

Na última temporada, Fofão teve que conviver com as lesões, que a deixaram de fora das quadras por vários jogos. A ausência fez com que o ano fosse um dos mais difíceis de sua carreira. Por mais que ela possa desfalcar o Unilever novamente em alguns jogos, ela acredita que está pronta para o que aparecer. 

"Não trago comigo a preocupação de me lesionar nesta temporada. Até porque eu confio muito em toda a comissão técnica e isso me dá uma tranquilidade muito grande para trabalhar. Em nosso trabalho, podemos nos lesionar, pois treinamos muito, exigimos muito do nosso corpo", afirma.

Os sinais que o corpo enviará para a jogadora receberão uma atenção especial. "Vou prestar mais atenção no meu corpo, porque ele sempre me manda avisos. Meu planejamento é começar e terminar bem a temporada e aproveitar bastante”, finaliza.