PF desarticula quadrilha internacional de tráfico de drogas em MG

A ação é realizada em conjunto com a Receita Federal em Minas Gerais e mais seis estados; serão cumpridos aproximadamente 10 mandados de prisão preventiva, 28 conduções coercitivas e 47 mandados de busca e apreensão

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Após dois anos de investigações, a Polícia Federal faz na manhã desta sexta-feira (23) a operação Águas Profundas, que tem o objetivo de desarticular uma quadrilha especializada em tráfico internacional de drogas em Minas Gerais e mais seis estados.

A ação é realizada em conjunto com a Receita Federal em Goiás, São Paulo, Paraná, Pará, Minas Gerais, Mato Grosso e Santa Catarina e conta com cerca de 250 policiais federais e 25 servidores da Receita. Serão cumpridos aproximadamente 10 mandados de prisão preventiva, 28 conduções coercitivas e 47 mandados de busca e apreensão nos sete estados.

As cidades que recebem a ação são Belém, Belo Horizonte, Icoaraci, Itajaí, Mato Grosso, São José do Xingu e Santa Catarina.

De acordo com a PF, a quadrilha é profissional , possui diversos mecânicos contábeis, cambiais e comerciais, semelhantes aos utilizados por empresas de grande porte. O grupo possui uma estrutura logística que possui vários setores, desde hotéis fazendas e empresas agropecuárias, a aeroportos, portos, construtoras e casas de câmbio.

Durante os dois anos de investigações, a Polícia Federal, com ajuda da Receita, levantou dados patrimoniais dos integrantes da quadrilha, identificando e sequestrando 46 imóveis avaliados em R$ 100 milhões, além de contas bancárias e dezenas de veículos.