Vacinas contra a gripe ficam nos postos até neste sábado

Segundo secretaria, cobertura da campanha nacional não chegou a 60% na capital mineira

iG Minas Gerais |

Segundo órgãos de saúde, vacina diminuiu risco de pneumonia
FOTO: DENILTON DIAS / O TEMPO 15
Segundo órgãos de saúde, vacina diminuiu risco de pneumonia

A baixa cobertura da campanha de vacinação contra a gripe em Belo Horizonte levou a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) a prorrogar até neste sábado a oferta da vacina nos 147 centros de saúde da capital mineira. De acordo com a pasta, a campanha, realizada entre os dias 22 de abril e 9 de maio, atingiu pouco mais da metade da meta.

Até o dia 16 de maio, foram imunizadas 395.143 pessoas – o que corresponde a 59,4% do esperado. A expectativa para este ano é atingir pelo menos 665.386 pessoas. A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por sua vez, avisa que as doses vão estar disponíveis em toda a rede pública durante o ano inteiro.

A vacina é gratuita e contraindicada apenas para quem tem histórico de reação anafilática prévia ou alergia severa relacionadas a ovo de galinha e seus derivados ou a qualquer componente da vacina, assim como para pessoas que apresentaram reações graves a doses anteriores.

Vantagens. A imunização, de acordo com especialistas, pode reduzir em até 45% o número de internações por pneumonia e em até 75% a mortalidade global. Já os riscos da evolução de uma gripe para pneumonia diminuem em cerca de 60% entre a população idosa e de hospitalização e de morte podem ser reduzidos em 50% e 68%, respectivamente.

O Ministério da Saúde orienta a população a adotar cuidados simples para evitar a propagação da doença, como lavar as mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar, evitar tocar o rosto de pessoas que têm sintomas da doença e não compartilhar objetos de uso pessoal.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave