Atração mostra o país por meio da dança

Programa estreia no domingo e conta com apresentação de Deborah Colker

iG Minas Gerais | da redação |

Participação. Coreógrafo e diretor do Balé Folclórico da Bahia, Zebrinha é o convidado da estreia
CANAL BRASIL/DIVULGAÇÃO
Participação. Coreógrafo e diretor do Balé Folclórico da Bahia, Zebrinha é o convidado da estreia

A dança agora é a personagem principal do programa “Destino Brasil” – que já mostrou na tela do Canal Brasil o país por meio da música, do cinema e da gastronomia. Com apresentação da bailarina e coreógrafa Deborah Colker, referência no assunto, “Destino Brasil Dança” estreia neste domingo, às 21h, no Canal Brasil.

Ao longo da temporada, 12 cidades de diversas regiões do país serão visitadas para revelar as histórias das melhores trupes. “Foi uma experiência enriquecedora rodar o Brasil, e é importante documentar isso para facilitar a comunicação desse país que dança de Norte a Sul, de Leste a Oeste”, conta Deborah, que faz sua estreia como apresentadora na atração.

A primeira parada de Deborah é Salvador, na Bahia, lugar que exportou para o resto do Brasil e para o mundo uma maneira singular de se expressar com o corpo. Personagens emblemáticos da dança na capital baiana, como Vavá e Zebrinha, comentam a história e a atualidade do Balé Folclórico da Bahia.

Ainda participam do programa os grupos Primeiro Ato e Grupo Corpo, de Belo Horizonte; o Coletivo Lugar Comum e a Cia. de Dança da Escola de Frevo do Recife; o Grupo Cena 11, de Florianópolis; a São Paulo Companhia de Dança e a Companhia Nova Dança, de São Paulo, entre outros. A série passa ainda por Brasília, Goiânia, Rio de Janeiro, Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre e Natal.

Com direção de Pedro Flores da Cunha e produção da Girassol, o programa traz entrevistas e imagens de ensaios, espetáculos e bastidores, buscando um olhar de como a cultura local influencia no processo criativo de cada companhia. “Uma das maiores lições dessa viagem foi perceber que fazer dança no Brasil é difícil. O maior sonho desses talentosos bailarinos é conseguir viver de sua arte”, finaliza o diretor Pedro Flores.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave