Menino de 13 anos mata avó a facadas

Luz acesa em um quarto teria motivado o crime, que chocou os betinenses

iG Minas Gerais | Dayse Resende |

Bandeirinhas. 
O corpo de um jovem foi encontrado na quinta (22)
FOTO: NELSON BATISTA / O TEMPO
Bandeirinhas. O corpo de um jovem foi encontrado na quinta (22)

 

Uma discussão iniciada por causa de uma luz acesa em um quarto de uma casa no bairro Capelinha pode ter sido o motivo de um crime que chocou a população. No sábado (17), um menor de 13 anos foi apreendido, em flagrante, suspeito de matar a avó a facadas, por esse motivo banal. Segundo a Polícia Militar, Joaquina Fernandes de Oliveira, 58, foi morta dentro da própria casa. O representante do garoto, Edmundo Fernando Cunha, 48, disse à polícia que compareceu ao endereço, no sábado (17), para buscar o adolescente e que, ao entrar no carro, o jovem teria relatado que havia feito uma “besteira”.   Ao ser questionado sobre o que era, o garoto contou que havia matado a avó. De volta à residência, Cunha pulou o muro e encontrou Joaquina caída na sala, com um corte profundo na garganta, já sem vida. De acordo com a PM, ela também teve ferimentos na cabeça e nas costas. A reportagem ligou para Cunha para saber mais detalhes sobre a tragédia, mas ele não quis se pronunciar.    Segundo informações obtidas por O Tempo Betim, até quinta (22), o garoto ainda estava apreendido em uma cela improvisada na Delegacia Regional, já que Betim não tem um centro socioeducativo para onde possam ser encaminhados os menores infratores.    Através de nota, a prefeitura informou que possíveis locais para a construção do centro socieducativo já foram apresentados ao governo do Estado. Já a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) informou que os locais disponibilizados até então não atendem às diretrizes do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo.   Mistério Na quinta (22), o corpo de um jovem foi encontrado em uma estrada de terra no bairro Estância do Sereno, na região do Bandeirinhas.    Segundo a Delegacia de Homicídios, a vítima, que não foi identificada, aparentava ter 16 anos de idade. Motivação e autoria do crime ainda são desconhecidas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave