Confiante, Hamilton já sonha com segunda vitória em Mônaco

Piloto inglês venceu a prova em solo francês em 2008 e espera se dar bem no GP deste domingo, contando com qualidade de sua Mercedes

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Hamilton vai apostar no mesmo motor porque acredita que o problema estava na fiação do carro
DIVULGAÇÃO/MERCEDES
Hamilton vai apostar no mesmo motor porque acredita que o problema estava na fiação do carro

Bastou um novo bom resultado nesta quinta-feira, nos treinos livres do GP de Mônaco, para fazer o inglês Lewis Hamilton sonhar com sua segunda vitória no circuito de rua de Montecarlo. Líder do Mundial de Fórmula 1, o piloto da Mercedes exibiu confiança após cravar o melhor tempo do dia.

"Continuo tentando ganhar em Mônaco de novo, depois de 2008. Espero que seja neste ano, já que contamos com um grande carro", disse o britânico, satisfeito com o rendimento de sua Mercedes. "O carro ainda está em evolução, mas me senti muito bem nele hoje. Fiz uma boa primeira sessão e depois foi um prazer pilotá-lo na pista seca à tarde".

Hamilton cravou o melhor tempo desta quinta - em Mônaco não há atividades na pista na sexta-feira - ainda na primeira sessão do dia por causa da chuva que atrapalhou o rendimento dos pilotos no segundo treino.

"Me sinto bem preparado para sábado. Ainda há algumas coisas a fazer, mas amanhã teremos tempo de finalizar tudo para o fim de semana", disse o inglês, confiante. "Eu apenas adoro pilotar aqui. Esta é uma das etapas mais legais do ano e é incrível ver tantos fãs curtindo a corrida aqui".

Seu companheiro Nico Rosberg não compartilhava da mesma confiança nesta quinta. E não por causa da queda na classificação geral depois do GP da Espanha. Mas, sim, em razão do crescimento dos rivais nas duas sessões livres. No segundo treino, os carros da Mercedes foram superados por Fernando Alonso, que ficou a apenas dois décimos do melhor tempo do dia, cravado por Hamilton na primeira atividade desta quinta.

"Hoje foi um bom dia. Parece que estamos rápidos aqui, embora nossos principais adversários parecem estar mais próximos do que em Barcelona", alertou o piloto alemão. "Eu ainda preciso encontrar o melhor acerto para o meu carro. Temos trabalho a fazer até o sábado", avaliou Rosberg.

Leia tudo sobre: formula 1hamiltonmercedesmonacogp