Desempregado, Moyes é acusado de agressão em bar

De acordo com um porta-voz do bar, o incidente aconteceu "fora do estabelecimento" e "não atingiu nenhum funcionário ou cliente"

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Treinador não fez um bom trabalho no comando dos Red Devils
Reprodução/Facebook
Treinador não fez um bom trabalho no comando dos Red Devils

A vida do técnico David Moyes não anda mesmo fácil. Demitido do Manchester United depois da pior campanha do clube nos últimos tempos, o treinador agora vê seu nome nas páginas policiais da imprensa inglesa. Isso porque ele está sendo investigado pela polícia local após ter sido acusado de agressão a um homem em um bar.

De acordo com a polícia inglesa, o incidente entre Moyes, de 51 anos, e um homem de 23 teria acontecido nesta quarta-feira, no norte do país. Perguntados sobre o ocorrido, os oficiais disseram que estavam "investigando a acusação de uma agressão no bar Emporium, em Clitheroe. Policiais estiveram no local às 22 horas de ontem (quarta) e foi reportado que um homem local de 23 anos foi agredido por um de 51".

Ainda de acordo com o boletim policial, a vítima não pediu para ser encaminhada para um hospital e "ninguém foi detido durante o ocorrido". De acordo com um porta-voz do bar, o incidente aconteceu "fora do estabelecimento" e "não atingiu nenhum funcionário ou cliente".

David Moyes estava com um amigo no estabelecimento, que está localizado perto de sua residência. A polícia não tocou no nome do treinador e disse estar investigando o caso porque há diversas versões do ocorrido.

Contratado no meio do ano passado junto ao Everton para comandar o Manchester United, David Moyes não teve sucesso no clube. Ele sentiu o peso de substituir Alex Ferguson, que estava há 27 anos no cargo, e fez péssima campanha. Na Liga dos Campeões, caiu nas quartas de final diante do Bayern de Munique. No Campeonato Inglês, viu o time terminar na sétima colocação, ficando sem vaga em nenhum torneio europeu. Por isso, foi demitido no fim de abril.