Reforço, goleiro Ter Stegen chega confiante ao Barcelona

Jogador de 22 anos que estava na Alemanha chega para assumir a titularidade após saída de Valdés

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

BARCELONA/DIVULGAÇÃO
"Eu sou eu e me concentro no meu trabalho", comentou o jogador, em sua apresentação

Primeiro reforço que chega ao Barcelona desde quando o time anunciou a contratação do técnico Luis Enrique para o lugar de Gerardo Martino, demitido na semana passada, o goleiro alemão Marc-André ter Stegen foi oficialmente apresentado pelo clube espanhol nesta quinta-feira. Em sua chegada, o jogador comemorou o fato de estar "realizando um sonho" ao vestir a camisa da equipe catalã e já exibiu confiança na possibilidade de substituir com sucesso Victor Valdés, goleiro que está deixando o time após defendê-lo em nada menos do que 11 temporadas.

"É um passo à frente muito importante. Para mim foi uma honra receber uma proposta assim, de um time que é um dos maiores do mundo e que teve muito sucesso nos últimos anos", afirmou o jogador de 22 anos, que já chega para ser o titular da posição após ser contratado junto ao Borussia Mönchengladbach.

E a missão de substituir Valdés não é vista por Ter Stegen como um peso. Ao ser questionado nesta quinta sobre a pressão que enfrentará por herdar o posto do espanhol, que deixará o time após o término do seu contrato, em 30 de junho, o alemão ressaltou: "Victor Valdés é um goleiro espetacular, que fez muito para o time e que durante todos os anos ganhou muitos títulos. Sempre mostrou seu rendimento e merece uma grande despedida, mas eu sou eu e me concentro no meu trabalho".

Ter Stegen ainda fez questão de enfatizar que sempre priorizou a sua ida para o Barcelona depois de ter sido procurado pelo clube. Ele assegurou não ter procurado outras equipes mesmo após a Fifa ter punido o time com a proibição da contratação de jogadores por causa de irregularidades com atletas de suas categorias de base. A punição, porém, depois foi suspensa de forma preventiva pela entidade até que o caso volte a ser julgado.

"Para mim não havia nenhuma outra possibilidade. Desde o início me concentrei no Barça. É algo especial, está numa categoria acima do Mönchengladbach. É um time com larga tradição e nunca falei com outras equipes", garantiu.